educar-para-a-autonomia-e-a-paz 02 04 sion-no-brasil
Alunos e professores celebram a tradicional Festa de Classe
25/11/2016 - 11:24 |

Todos os anos, no dia 9 de novembro, a Congregação Nossa Senhora de Sion celebra o dia de São Theodoro, onomástico do Theodoro Ratisbonne. Neste mesmo dia o Colégio Sion realiza a Festa de Classe, com envolvimento de toda a comunidade escolar.

festa de classe

A coordenadora do Ensino Fundamental do Sion Solitude, Lia Rocha, explica que em cada ano usa-se um tema a ser aprofundado e trabalhado com as turmas. “O Ensino Fundamental escolheu fazer uma homenagem póstuma ao artista Claudio Pastro que faleceu neste ano e, para isso, trabalhamos com as obras que constam na agenda e contamos um pouco mais sobre o artista.

Ainda no Solitude os alunos também relembraram a história dos irmãos Ratisbonne, fundadores da Congregação de Sion, uma história que as crianças escutam entusiasmadas e com brilho nos olhos. Cada turma cantou o Hino de Sion e recebeu o Sucre d´Orge ou “açúcar dourado”, que lembra a cevada madura em forma de pirulito. Para a coordenadora do Ensino Médio, Lucilene Brustolin, um dos momentos mais importantes da festa foi a troca de experiências entre as turmas, pois cada uma delas abordou o assunto sob um aspecto diferente, com direito a decoração das salas e apresentações.

No Sion Batel, os alunos da Educação Infantil retomaram a história dos fundadores de Sion com ênfase na congregação, carisma, memória e tradição da instituição. “O primeiro ano seguiu a história do livro, o maternal II montou o quarto dos meninos Afonso e Theodoro com brinquedos e livros da época e o jardim II fez uma encenação dos irmãos na escola e da aparição de Nossa Senhora. A ideia dessa homenagem é que os alunos conheçam um pouco da história do colégio, e esse ano buscamos trabalhar bem as diferenças de cada um dos irmãos”, revela Katia Beltrami, coordenadora da Educação Infantil.

Os alunos do Ensino Fundamental abordaram a temática dos 400 anos da morte de William Shakespeare. Cada turma escolheu uma obra, entre Romeu e Julieta, A Megera Domada, Sonho de uma Noite de Verão e Hamlet para ler, musicar ou interpretar para os colegas e professores. “A ideia de trabalhar a temática de Shakespeare também é uma forma de resgatar a memória de grandes obras literárias”, afirmou a coordenadora do Ensino Fundamental I do Batel, Maria Cristina Montingelli. Os alunos do oitavo e nono ano reproduziram os livros de Shakespeare com vídeos em formato de programas de televisão ou como filmes mais lineares. Segundo a coordenadora de artes, Valeria Tulio, a criatividade apresentada foi surpreendente, pois os alunos tiveram que pensar muito bem na questão da produção e filmagem para envolver os expectadores.

Segundo a coordenadora do Fundamental II, Andrea Costa, os alunos do sexto ano declamaram poemas de Shakespeare em português, inglês e francês, e os do sétimo ano apresentaram em uma Roda de Conversa aspectos da vida e obra deste autor  e a sua contribuição na criação de vocabulários para a Língua Inglesa.

Os alunos do Ensino Médio, por sua vez, resgataram trabalhos, metodologias e lembranças da infância relacionados ao colégio Sion, em um verdadeiro resgate da memória vivida no ambiente escolar.

Tags: , , , , , , , ,

Comente

*Campos Obrigatórios