educar-para-a-autonomia-e-a-paz 02 04 sion-no-brasil


METODOLOGIA MONTESSORI-LUBIENSKA

O Colégio Nossa Senhora de Sion destaca-se pelo seu Método diferenciado: O Montessori-Lubienska. Este induz à disciplina sem perda da liberdade; muito mais que adquirir conhecimentos, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, os alunos sionenses desenvolvem a capacidade intelectual, o exercício da reflexão e o julgamento crítico.
O ato de educar é essencialmente social, e neste sentido, o Sion compartilha essa tarefa com a família. No entanto, cabe à escola o papel de principal responsável pela organização, sistematização e desenvolvimento das capacidades científicas de seus alunos.

A Metodologia Montessori-Lubienska ensina: “Deixai as crianças livres para se mover, livres para escolher o seu trabalho, para interrompê-lo e recomeçá-lo. É pelo movimento que a criança organiza e constrói sua personalidade, pela escolha que aprende a decidir e tornar-se consciente através da liberdade. (…)”
“Partindo de atividades simples – como amarrar o tênis, andar sobre uma linha, formar palavras com letras – até elaborações complexas, o aluno aprende a ter o real domínio de si, construindo o homem consciente”.

Lubienska de Lenval.

 

PROPOSTA PSCICOMOTRICIDADE RAMAIN

O Método Ramain, criado por uma francesa, Simonne Ramain, daí o nome dos exercícios, foi elaborado no início do século XX. Ele se consolida como mais um diferencial do Colégio Sion.
O Ramain pode significar a percepção das diferentes atitudes e do movimento que faz a pessoa. Toda essa proposta é feita em grupo. Ele reúne o aspecto intelectual, afetivo e motor de quem o faz. É importante destacar que o Ramain pode ser desenvolvido para crianças, adolescentes, adultos, profissionais e pessoas da chamada “melhor idade”.
No Colégio, todos os alunos participam do Ramain, desde os primeiros anos da etapa escolar até o Ensino Médio. Mas há uma época em que os professores, os coordenadores, a direção, todos, enfim, tomam parte desses exercícios. É uma das etapas da formação continuada, da atualização dos docentes. Há, inclusive, pais que partilham do Ramain. Os exercícios psicomotores vêm sendo oferecidos há décadas. Uma última informação importante: o Método Ramain já se está indo para a terceira geração.